mercoledì 23 marzo 2016

O Massimo apresenta-se...

Agradecemos ao nosso aluno de 1º nível, MASSIMO IACOMINI, o belo texto que nos envia, e em que partilha com os leitores do nosso blogue a sua paixão pelas coisas portuguesas... e os motivos da sua paixão! 
(é também do Massimo a escolha das fotografias)




Chamo-me Máximo, sou reformado, depois de muitos anos de trabalho na indústria de telecomunicações, e ultimamente sou estudante de português por causa do meu filho mais velho, o Paolo, que mora em Lisboa onde trabalha como médico no hospital São José e estuda, para se especializar na medicina de urgência.
Tenho necessidade de estudar português, agora para falar com os novos familiares e depois com os futuros netos.
No entanto, eu e o pai da Inês, a noiva do Paolo, falamos uma língua composta das palavras portuguesas, espanholas e italianas, similar ao grammelot recidado por Dario Fo.
Com certeza Portugal é una agradável  descoberta, até ontem nação desconhencida, mas recordada pela sua históría passada e recente.
Eu e a Angela, a minha mulher, vamos à descoberta de Lisboa  e da sua alma; gostamos das ruas, das igrejas, dos miradouros, dos museus e da comida portuguesa.



A minha família inclui também uma filha mais nova, a Silvia.
Ela é psicologa especializada e agora procura un trabalho adequado.
Gosto de ler livros de narrativa e de história.
Recentemente leio narrativa dos autores portugueses e de língua materna portuguesa (angolanos e moçambicanos).
Grande emoção foi a visita do mosteiro de Mafra, depois da leitura do romance de José Saramago.



Nasci em Roma, onde moro no bairro Appio-Latino e tenho sessenta e quatros anos.
Amo Roma, mas não amo a homónima equipa de futebol; sou adepto da Lazio, mas pacatamente come é o meu estilo.
Interesso-me por cinema, musica, e teatro.
Eu e a Angela gostamos de ouvir ao vivo concertos de música clássica, jazz e rock.
Não gosto de fazer exercício físico no ginásio, mais gosto de fazer passeios na cidade e na montanha. 



MASSIMO IACOMINI

1 commento:

Christine Vitali ha detto...

Bem-vindo Maximo e obrigada pela explanaçao da tua paixao !